Natureza natural

Pálida, a luz da lua sombria,
Sob o leito das flores reclina o seu brilho,
Como o vento varre as folhas secas do piso de terra
Entre as nuvens de amor dominantes das moneras
[...]
Era virgem, esse sentimento juvenil
Em sombras frias excomungava o seu leito
Pelas marés das águas que transparecem a imagem repetida
Era um anjo entre nuvens d'alvorada
[...]
Que de sonhos as banhava e se esquecia
São mais belos os seios palpitantes
Negros olhos as pálpebras abrindo se
Formas nuas em meu leito transpareceram
[...]
Não tirarias de mim, meu anjo
Desfalecendo cairei derrotado
Corpo doente mesmo assim maltratado
Coração dormente como as rosas que colhi dos jardins


Sofro calado.
[...]
 
FAVORITEM, ASSINE NOSSO FEED, NOS CURTA NO FACE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES... e compartilhem!!

ass: Guilherme da mata

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção

Atenção

Quem sou

Sou um jovem como outros qualquer, moro no RJ, tenho uma serie de romances, poesias e pequenas cornicas já escrito, e sem previsão para serem lançada, o que desejo com este blog expor meus textos e principalmente ser entendido, gosto de jogar RPG, teatro, arte, musica, filmes, filosofia e debates em geral, bem sejam bem vindos a minha epifania...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Google+ Followers